Sábado, 21 de Maio de 2022
Artigos Fique Atento

Os perigos do excesso de carga do seu caminhão

Saiba o porquê você deve ter cuidado com esse problema!

28/03/2022 às 10h01 Atualizada em 28/03/2022 às 11h00
Por: Redação Fonte: Redação
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Fala, pessoal! Beleza?

 

Estamos aqui hoje com mais um assunto sobre o universo das estradas!

 

O assunto deste artigo é para te informar sobre como o excesso de carga é um perigo para você, seu frete e seu caminhão!

 

Ficou curioso? Então, bora lá saber mais?

 

• Compartilhe esse artigo no WhatsApp

• Compartilhe esse artigo no Telegram

 

Aqui você encontra:

 

Acidentes são causados pelo excesso de carga

 

Um dos principais perigos que o excesso de carga do caminhão pode acarretar é em relação a acidentes nas rodovias e pistas do país. Além disso, pode prejudicar o desempenho dos freios, causando instabilidade nos movimentos e, também, na movimentação do veículo.

 

Além disso, os acidentes possuem maior risco de serem fatais. Isso porque o chassi, as colunas, a lataria e também os mecanismos de segurança, como para-choques, travas da roda e engate, foram feitos para aguentar determinada força nesses casos. Assim, se há excesso no carregamento, a energia gerada é maior do que se pode suportar.

 

O aumento de custos de combustível e gera mais danos mecânicos

 

Um dos motivadores do custo de frete é o gasto de combustível. E o excesso de carga pode causar esse gasto que, convenhamos, ninguém quer com os preços lá nas alturas, não é mesmo?

 

Mas por que isso acontece?

 

Com o peso excessivo da carga, o veículo faz maiores rotações para carregar o peso. Ou seja, seu índice de eficiência energética é alterado.

 

Além disso, há maior chance de falhas mecânicas, visto que o veículo é construído para suportar até determinado peso. Toda a sua estrutura está condicionada a sustentar certa quantidade. Então, quando há sobrecarga, há também uma exigência maior de esforço do caminhão, o que o compromete.

 

Excesso de peso = multas

 

Você sabia que, além dos perigos do excesso de carga de caminhão, a sobrecarga pode resultar em multa? É uma infração de natureza média e está prevista no Código Brasileiro de Trânsito (CTB). A punição para a ilegalidade é de R$ 130,16 de multa e ainda retenção do veículo.

 

Além disso, a cada 200 quilogramas superior ao permitido, acrescenta-se mais à multa: começando por R$ 5,32, por até 600 kg, e podendo chegar a R$ 53,20, quando o excesso for de 5 mil kg ou mais.

 

Resumindo: o trânsito de caminhões com sobrepeso é proibido no Brasil!

 

Veja abaixo mais sobre os valores de multa:

  • Até 600 kg extras: R$ 5,32;

  • De 601 kg até 800 kgs a mais: R$ 10,64;

  • De 801 kg a 1 mil kg acima do limite: R$ 21,64;

  • De 1,1 mil kg a 3 mil kg excedentes: R$ 31,92;

  • De 3,1 mil kg a 5 mil kg ultrapassando o limite: R$ 42, 56;

  • Acima de 5 mil kg de sobrepeso: R$ 53,20.

 

Contudo, existe uma tolerância para cargas que extrapolam o limite de carga, essa taxa é de 5% no caso do peso bruto total e combinado, segundo a resolução do Contran n˚258, de 30 de novembro de 2007

 

Já quanto à tolerância de peso por eixo, essa taxa é de 10%. A famosa Lei da Balança, resultado de uma fusão de resoluções do Contran, também estipula pesos e dimensões das cargas. 

 

Dentre essas regras estão os limites permitidos por eixos:

  • 6 toneladas: eixo isolado com dois pneus;

  • 10 toneladas: eixo isolado com quatro pneus;

  • 12 toneladas: conjunto de dois eixos, cada qual com dois pneus;

  • 17 toneladas: conjunto de dois eixos, cada um com quatro pneus;

  • 25,5 toneladas: três eixos, cada um com quatro pneus.

 

Prejudica a conservação das estradas, o meio ambiente e a qualidade do trânsito

 

O prejuízo causado à conservação das estradas tem a ver com a má distribuição da sobrecarga nos eixos, o que resulta em maior esforço sobre o solo, degradando a pista.

 

Vale ressaltar o prejuízo no meio ambiente também, com o aumento da emissão de gases, uma vez que o motor trabalhará e consumirá mais, produzindo mais poluentes da queima de combustível.

 

E há também uma piora considerável no trânsito, visto que o desempenho do caminhão será alterado e o sobrepeso o tornará mais lento, prejudicando as viagens de todos.

 

Gostou do nosso artigo? Envie nos grupos de Zap e Facebook para mais pessoas que precisam ficar informadas!

 

Até a próxima!

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários