Sábado, 21 de Maio de 2022
Economia Aumento nos Preços

Índice FreteBras aponta aumento de 1,96% no preço do frete em fevereiro, enquanto diesel dispara 41,48%

Com o intuito de apoiar os caminhoneiros após as altas recentes no diesel, a empresa anunciou que vai subsidiar R$ 7 milhões para motoristas que abastecerem em postos de sua rede de parceiros

30/03/2022 às 08h30 Atualizada em 30/03/2022 às 09h04
Por: Redação Fonte: FreteBras
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O valor do frete no Brasil continua não acompanhando os sucessivos aumentos no preço do óleo diesel S500 na bomba, segundo o Índice FreteBras do Preço do Frete (IFPF). Entre fevereiro de 2021 e fevereiro de 2022, o custo do transporte por quilômetro rodado por eixo teve um aumento de 1,96%, abaixo da inflação acumulada no período, enquanto o preço do diesel, no mesmo período, subiu 41,48%. Para reduzir o impacto das altas no bolso dos caminhoneiros, a plataforma anunciou que vai devolver até R$ 7 milhões aos motoristas que abastecerem em postos de sua rede de parceiros, pagando através da conta digital FreteBras.

 

De janeiro para fevereiro de 2022, também houve um maior aumento do diesel (+1,69%) em relação ao preço do frete, que ficou praticamente estável (+0,23%).

 

• Compartilhe essa notícia no WhatsApp

• Compartilhe essa notícia no Telegram

 

 

 

“Foi justamente por causa das altas do valor do diesel que decidimos criar este subsídio de R$ 7 milhões, por meio de uma devolução de 10% sobre o valor do combustível, para caminhoneiros que abastecerem na nossa rede de postos parceiros, além de um desconto extra oferecido pelos postos de 5 a 10 centavos por litro. É uma forma de apoiar os caminhoneiros a manterem um pouco de rentabilidade nos fretes rodoviários”, ressalta Bruno Hacad, diretor de Operações da FreteBras.

 

A campanha anunciada pela FreteBras faz parte de um programa apelidado de “CalculaFrete”, lançado no ano passado, e que tem como objetivo apoiar os caminhoneiros na gestão dos custos do transporte. A empresa afirma que é uma proposta para empoderar ainda mais os motoristas e ajudá-los a organizar seus gastos e manter o lucro das viagens.

 

“Estamos convidando os postos do Brasil todo a se unirem à nossa campanha para ajudar os motoristas e o setor em geral. Juntos, poderemos reduzir um pouco o impacto das altas que estão afetando demais os caminhoneiros”, destaca Hacad.

 

Valor do frete é maior no Sul e Sudeste

 

Os dados do IFPF mostram que o valor médio do frete por quilômetro por eixo no Brasil é de R$ 1,01, enquanto que o preço do diesel ficou em R$ 5,59. As regiões Sul e Sudeste apresentaram o quilômetro por eixo mais caro em fevereiro (R$ 1,02). Os valores mais baixos foram registrados no Nordeste (R$ 0,99) e Centro-Oeste (R$ 0,97).

 

Na comparação entre janeiro e fevereiro de 2022, a maior alta do preço do frete foi registrada no Sul, que aumentou 1,53%. Isso aconteceu por ter sido percebido um aumento mais acelerado no número de fretes do que o volume de caminhões disponíveis. Enquanto que o número de fretes publicados na plataforma da FreteBras subiu 4,69%, o volume de veículos na região caiu 5,51%, levando para cima o valor do frete.

 

No Centro-Oeste, a alta no preço do frete foi de 0,92%, ficando praticamente estável. Naquela região, a lei de oferta e demanda também se aplicou, já que o pequeno aumento de veículos disponíveis na região (0,87%) não acompanhou o alto crescimento de fretes publicados na plataforma (16,46%).


No Sudeste, o preço do frete ficou praticamente estável, com leve aumento de 0,56%. O impacto das chuvas no período, principalmente em Minas Gerais, fez com que houvesse queda no volume de veículos disponíveis na região (-4,82%), sendo que o número de fretes publicados aumentou 12,17%.

 

 

 

Fretes do agronegócio são os mais caros entre os grandes setores

 

O índice da FreteBras levanta dados dos setores que mais movimentam a economia brasileira. A pesquisa mostra que os fretes do agronegócio foram os mais altos registrados em fevereiro de 2022, sendo fixados em R$ 1,03 por km rodado por eixo. Logo em seguida aparecem os fretes de produtos industrializados, que chegaram ao valor médio de R$ 1,00. Por fim há os fretes de insumos para construção, que ficaram em R$ 0,98 por km rodado por eixo.

 

Na variação anual, os fretes para produtos industrializados registraram aumento de 2,07%. No agronegócio, o valor dos fretes aumentou 0,87%. Já os fretes de insumos para construção caíram 0,54% em comparação com fevereiro de 2021.

 

Quando comparados os dados de janeiro a fevereiro de 2022, o agronegócio teve aumento de 0,66%. Os fretes de produtos industrializados registraram alta de apenas 0,12%. Já no setor de insumos para construção houve queda de 0,72% no valor do frete.

 

Metodologia

 

Os dados que compõem o Índice FreteBras de Preço do Frete (IFPF) têm base na análise de mais de 8 milhões de fretes cadastrados até fevereiro de 2022. A plataforma conta com mais de 675 mil caminhoneiros cadastrados e 17 mil empresas assinantes. Os fretes publicados cobrem 95% do território nacional. Foram analisados também os preços de combustíveis publicados pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), principal índice de preço de combustíveis no Brasil.

 

SOBRE A FRETEBRAS

 

Fundada em 2008 em Catalão (Goiás), a FreteBras é a maior plataforma de transporte de cargas da América Latina. A empresa facilita as transações entre transportadoras e caminhoneiros, utilizando a tecnologia para tornar o transporte rodoviário de cargas mais seguro e eficiente. Com mais de 640 mil caminhoneiros cadastrados e 17 mil empresas assinantes, a FreteBras permite que fretes sejam publicados e negociados em minutos, reduzindo custos operacionais e aumentando a rentabilidade do setor. Em 2021, a FreteBras facilitou a transação de mais 8 milhões de cargas, distribuindo R$63 bilhões em fretes. Desde 2020, a empresa conta com o investimento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID Invest) e foi considerada uma das 100 startups mais inovadoras de 2021.

 

Receba as notícias e vagas diárias em nosso Canal no Telegram [CLIQUE AQUI]

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários