Domingo, 29 de Maio de 2022
Fabricantes Recordes

Por mar ou por terra: TCP bate recorde histórico de movimentação pela ferrovia

Terminal de Contêineres de Paranaguá transportou 14.652 TEUs via trem no mês de março, crescimento de 7,5% desde o último recorde alcançado em janeiro de 2022

28/04/2022 às 11h24
Por: Redação Fonte: Tcp
Compartilhe:
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A TCP, empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá, conquistou mais um marco histórico na ferrovia. No mês de março, o modal alcançou a marca de 14.652 TEUs movimentados, número superior ao antigo recorde batido também neste ano, com 13.530 TEUs em janeiro de 2022. O crescimento é de 7,5%, resultado de novos projetos em parceria com exportadores, incluindo o maior projeto de logística intermodal do mundo, dedicado a um único cliente na indústria do contêiner.

 

Os números somente reforçam a excelente cadeia logística oferecida pelo terminal aos seus clientes, que contam com opções para os mais variados tipos de cargas, privilegiando custo, prazo e qualidade de serviço. “A TCP é o único terminal no Sul do Brasil com operação ferroviária dentro de zona primária, conectando exportadores de todo o Paraná, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Paraguai através dos ramais que chegam em Cascavel e Cambé. Em parceria com a Brado Logística, o modal ferroviário traz redução de custos de até 30% em relação ao modal rodoviário. Com estes fatores, um em cada cinco contêineres exportados por Paranaguá utilizam a ferrovia”, complementa Thomas Lima, Diretor Comercial e Institucional do Terminal de Contêineres de Paranaguá.

 

Dentre os contêineres movimentados no mês de março, houve predominância de cargas de carnes e congelados, um percentual de 68%, seguidas por papel e celulose, que representaram 30% do volume total. “O projeto KBT, iniciado em setembro de 2021, é responsável por grande parte deste crescimento, tendo em vista a ligação direta entre o terminal de contêineres ao lado da fábrica da Klabin em Ortigueira, no Paraná, até o nosso terminal de Paranaguá por meio da ferrovia. Desde o início desta operação, já operamos 10 mil TEUs na ferrovia somente para este projeto”, acrescenta Thomas.

 

Diante dos resultados obtidos no primeiro trimestre de 2022, a expectativa é de um crescimento de 11% neste modal até o final do ano, impulsionado pelo projeto KBT, que deve dobrar o volume de contêineres movimentados na ferrovia paranaense entre os próximos dois e três anos. 

 

Sobre a TCP

 

A TCP é a empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá -- o maior terminal de contêineres da América do Sul -- e a TCP Log, empresa que atua como uma plataforma de logística integrada, fornecendo soluções completas para importadores e exportadores.

 

Responsável pelo maior investimento do setor portuário Brasil na atualidade, onde já foram aplicados mais de R$ 600 milhões nas obras de ampliação da capacidade de movimentação do terminal de 1,5 milhão de TEUs/ano para os atuais 2,5 milhões de TEUs/ano, a TCP está se preparando para atender a demanda de mercado brasileiro pelos próximos 30 anos.

 

Desde março de 2018, a TCP integra o portfólio da China Merchants Port Holding Company (CMPort), o maior e mais competitivo desenvolvedor, investidor e operador de portos públicos da China. Atualmente, as operações e investimentos da empresa se estendem pelas áreas costeiras em Hong Kong, Taiwan, Shenzhen, Ningbo, Shanghai, Qingdao, Tianjin, Dailian, Zhangzhou, Zhanjiang e Shantou. A empresa também vem ampliando sua presença no Sul da Ásia, na África, no Mediterrâneo e na Austrália.

 

Em 2020, o portfólio global de portos da CMPort abrangia 6 continentes, 26 países e regiões e 50 portos. Em 2019 a CMPort movimentou 110 milhões de TEUs.

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários