Quarta, 25 de Maio de 2022
Eventos / Feiras Transporte

Princesa dos Campos incentiva leitura com transporte gratuito de livros ao PR

A ação é voluntária, faz parte de uma parceria com o projeto Pegaí Leitura Grátis, que possui cunho social, e tem atuação no Paraná

29/04/2022 às 14h10 Atualizada em 29/04/2022 às 15h50
Por: Redação Fonte: Agência Dino
Compartilhe:
Instituto Pegaí Leitura Grátis
Instituto Pegaí Leitura Grátis

Abril é considerado o mês da leitura. Nesse período, várias empresas e organizações realizaram ações para incentivar o hábito de ler entre a população. Outras, aprofundaram os trabalhos realizados durante todo o ano para que a prática seja ainda mais disseminada.  Uma pesquisa realizada pelo Ibope em 2019 aponta que o Brasil perdeu 4,6 milhões de leitores desde 2015. Durante a pandemia, o hábito da leitura aumentou, por conta das experiências de isolamento e distanciamento social. Os dados são do Sindicato Nacional de Editores de Livro (Snel), que apontam que 2021 teve um crescimento no número de vendas comparado a 2020, em que muitas livrarias precisaram fechar as portas.

Com a premissa de incentivar o hábito da leitura, a empresa paranaense, Expresso Princesa dos Campos (EPC), transportou até 2021, de forma voluntária, mais de 50 mil livros para o Paraná. A ação faz parte de uma parceria com o Instituto Pegaí Leitura Grátis, que possui um projeto social destinado a angariar livros por meio de doações, restaurações, aquisições e impressões, disponibilizando-os nas Estantes Pegaí, espalhadas em várias cidades do Paraná.

A iniciativa começou em 2013 em Ponta Grossa e, desde então, a EPC foi a responsável por transportar cerca de 60 toneladas de materiais para o projeto. Além de livros, a EPC auxilia também no transporte de papéis e estantes para o Pegaí Leitura Grátis. Os papéis são doados por indústrias de papel para que novas obras literárias sejam produzidas. A logística da viagem é proporcionada pela Companhia, que viabiliza ônibus ou caminhões para que os objetos cheguem aos seus devidos fins.

No mês de abril, uma estante do projeto foi colocada à disposição da comunidade com mais de 300 livros na cidade de Arapoti. O transporte foi feito pela Princesa dos Campos e os materiais podem ser encontrados do lado externo da portaria da BO Paper Indústria de Papel.

“Em 2013, a Princesa dos Campos foi convidada a participar da iniciativa. Desde que falaram sobre a premissa do projeto, que é de oferecer leitura grátis em diversos espaços públicos, não hesitamos em contribuir. Como a iniciativa é paranaense e a empresa tem orgulho da região em que está inserida, optamos por continuarmos com a parceria para também contribuirmos com a população que está no nosso entorno”, destaca o CEO da Princesa dos Campos, Gilson Barreto.

O projeto Pegaí Leitura Grátis disponibiliza livros em estantes localizadas em espaços públicos. As pessoas interessadas podem escolher um título, levar para casa, ler e devolver nos pontos de coleta, que também servem para receber doações. Após a devolução ou doação, os materiais passam por quarentena e recebem um lacre. Qualquer obra pode ser doada, desde que tenha caráter literário.

Segundo o coordenador-geral do Pegaí Leitura Grátis e presidente do Instituto Pegaí Leitura Grátis, Idomar Cerutti, a parceria com as empresas é essencial para manter o trabalho voluntário em bom funcionamento. A Princesa dos Campos, nesse caso, foi uma das primeiras a contribuir com a iniciativa e hoje é uma das mais antigas ‘Empresas Amigas do Pegaí’, recebendo um selo com essa qualificação.

“A Princesa dos Campos colabora com várias demandas do projeto atuando no transporte de livros para outras cidades do Paraná e, também, de papeis, estantes e qualquer outro material que necessite de logística para chegar ao destino. Essa é uma parceria muito importante, que nos ajuda a expandir o trabalho voluntário para outros lugares”, ressalta Cerutti.

O Pegaí Leitura Grátis também imprime tiragens de livros, em parceria com autores que cedem os direitos de impressão. Para isso, conta com o apoio de empresas parceiras que fornecem papel, além de gráficas que proporcionam impressão a baixo custo. O resultado são mais de 30 títulos já impressos e mais de 175 mil livros oferecidos aos leitores. Em 2021, foram dez diferentes títulos, com 51 mil exemplares. Para 2022, a expectativa é de imprimir 60 mil unidades de novas obras. Neste ano, entre os livros produzidos exclusivamente para disponibilização nas estantes do projeto estão 'Uma noite fantasmagórica’, 'Medos? Nunca Mais!', 'A menina que adora perguntar' e 'O Curumim Poeta'.

As estantes do Pegaí estão alocadas nas respectivas cidades paranaenses: Arapoti, Campo Largo, Carambeí, Castro, Conselheiro Mairinck, Ibaiti, Ipiranga, Jaguariaíva, Palmeira, Pato Branco, Ponta Grossa, Quitandinha, Realeza, Reserva, São Mateus do Sul e Vera Cruz do Oeste.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários