Sexta, 20 de Maio de 2022
Economia Crise

CONFTAC reforça a necessidade de diálogo para a crise dos transportes

Somente em 2022, o diesel já registrou um aumento de 47%

10/05/2022 às 11h54 Atualizada em 10/05/2022 às 12h23
Por: Redação Fonte: CONFTAC
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Diante do novo aumento de 8,8% no valor do diesel, anunciado nesta segunda-feira (09) pela Petrobras, a Confederação Nacional dos Caminhoneiros e Transportadores Autônomos de Bens e Cargas - CONFTAC reforça a necessidade de um debate entre todos os setores econômicos para se encontrar alternativas ao problema dos transportes. 

 

O Presidente da CONFTAC, André Costa, salienta que o agravamento da dificuldade do transportador autônomo já se nota na diminuição do movimento de cargas pesadas nas rodovias pelo país. Segundo ele, o momento é de conversar e debater soluções para evitar os reflexos que afetam toda a sociedade. "Precisamos construir uma nova ideia que seja possível para resolver a crise com o alto custo que existe hoje em contraste com a baixa remuneração. A CONFTAC defende mais uma vez que é necessário unir os setores da indústria e comércio, as confederações dos transportadores autônomos, a ANTT, entre outras instituições, para resolver essa questão em um grande pacto social", afirma.

 

 

No próximo dia 18, os representantes das entidades e setores econômicos já têm uma reunião marcada para debater temas relativos aos transportes. De acordo com André Costa, a expectativa é de que possam dialogar, unir forças e aproveitar a oportunidade para encontrar uma saída à crise.

 

SOBRE A CONFACT

 

A Confederação Nacional dos Caminhoneiros e Transportadores Autônomos de Bens e Cargas - CONFTAC foi criada em 2015 para unir as bases sindicais e defender os interesses da categoria dos transportadores autônomos do país, fortalecendo ainda mais a atuação junto aos órgãos públicos. A entidade pretende vencer o obstáculo da burocratização do sistema de credenciamento dos caminhoneiros autônomos e permitir melhores condições e direitos para que exerçam o seu trabalho com segurança, oportunidades de investimento e com representatividade junto aos órgãos governamentais. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
A Voz dos Transportes
A Voz dos Transportes
Sobre Coluna dedicada a divulgar as ações das associações, entidades e sindicatos relacionados ao Transporte.
Enquete